Fotos do inseto chamado barbeiro

Date: 15.10.2018, 00:21 / Views: 84294

Закрыть ... [X]

Apresentar as características básicas dos protozoários

Identificar as principais doenças causadas por protozoários

Explicar como deve ser feita a prevenção das principais doenças causadas por protozoários

Conhecimentos básicos sobre os protozoários e suas doenças.

eseba

 

Antes de iniciar a aula, cabe ao/a professor/a orientar os/as alunos/as sobre a importância da participação coletiva durante as atividades propostas, explicando que, dessa forma, poderá ocorrer uma maior integração e um diálogo mais amplo sobre o tema abordado.

Será necessário, para o desenvolvimento dessa aula, um netbook para cada aluno/a. 

1º momento: conhecendo o reino protista

Nesse primeiro momento da aula, cabe ao/a professor/a dividir os/as alunos/as em duplas e orientá-los/as a, usando o software  Kword, abrir o Texto 1, denominado “Reino Protista (Protozoários, Protozoa)”. O Texto 1 deverá ter sido previamente enviado pelo/a professor/a aos/as alunos/as via e-mail.

O/a professor/a deverá solicitar que os/as alunos/as façam a leitura do Texto 1 e destaquem as palavras desconhecidas por eles/as. A seguir, eles/as serão orientados/as pelo/a professor/a a procurar o significado dessas palavras em um dicionário on line. Para tanto, deverão acessar a internet por meio do software  Mozilla Firefox e consultar um dos dicionários on line que se encontram disponíveis nos links abaixo:

acesso feito dia 16/06/2011

acesso feito dia 16/06/2011

Os/as alunos/as devem registrar, em um novo documento do software  Kword, o significado das palavras consultadas. Cada grupo irá, então, apresentar aos demais o significado de uma ou mais palavras, promovendo, dessa forma, uma socialização das informações.

TEXTO 1 - Reino Protista (Protozoários, Protozoa)

Os protozoários são seres unicelulares, mas, diferentemente das bactérias, eles tem carioteca (cariomembrana, são eucariontes). São complexos, com sistema reprodutor, digestivo, de locomoção, produção de energia, etc), por isso, por muitos anos, foram considerados “animais unicelulares”. Eles ainda podem viver em colônias, sozinhos ou parasitando. Podem ser encontrados em água doce, salgada, em terras úmidas ou ainda dentro de outros seres. Seu modo de vida é livre, mas alguns protozoários são parasitas, e podem causar doenças ao homem.

Reprodução

Os representantes do reino protista se reproduzem através de bipartição (conhecida também como cissiparidade ou divisão binária). Como nas bactérias, a célula cresce, têm seu núcleo dividido em dois, através da mitose (reprodução assexuada), e então, o resto da célula se divide, originando duas células geneticamente idênticas.

Classificação dos Protistas

Os protozoários podem ser classificados de acordo com seu modo de locomoção:

Rizópodes: locomoção por pseudópodes, que são pseudo-pés (pés-falsos);

Ciliados: locomoção através de cílios;

Flagelados: locomoção através de flagelos;

Esporozoários ( ou apicomplexos): não têm sistema de locomoção;

Rizópodes (Filo Rhizopoda)

Grupo onde é encontrado a Ameba, que usa muitos pseudópodes para locomoção. Observe na figura:

protozoario 1

A ameba é um ótimo exemplo de protozoário. Obtêm alimentos através do processo chamado  fagocitose, e digere o alimento nos vacúolos digestivos.

A densidade do seu citoplasma é maior que a da água que o envolve no ambiente, por isso ela tem que periodicamente realizar a osmose, que é fazer o equilíbrio de água dentro do organismo. Para isso, ela utiliza os vacúolos pulsáteis para expulsar a água em excesso. Na realidade, o nome pulsátil é errôneo, pois o que acontece é que o vacúolo se forma cheio de água dentro da célula, se desloca até a membrana celular, e se desfaz lá, jogando a água para fora, e não como se fosse um “coração” batendo freneticamente.

Ciliados (Filo Ciliophora)

Os ciliados recebem este nome pois se movem com o auxílio de cílios, que estão em toda a superfície do protozoário. Este tipo aparece geralmente em água doce e salgada, e onde existe matéria vegetal em decomposição. Eles executam também outro tipo de reprodução, chamado de conjugação (sexuada), onde uma célula transmite material genético para outra célula, ocasionando uma variabilidade genética, o que é essencial para qualquer tipo de ser vivo. Depois da conjugação, as células realizam a reprodução assexuada.

proto 2

Flagelados

Os flagelados são de vida livre e muitos deles são parasitas de humanos, como:

Trichomonas vaginalis – fica alojado no aparelho reprodutor humano, geralmente nas mulheres, na vagina. Provoca muita coceira, ardência e corrimento, a Tricomoníase.

proto 3

Trichomonas vaginalis

Giardia lamblia – causa a giardíase, no intestino. Os sintomas são náuseas, cólicas, diarréia, etc.

proto 4

Giardia lamblia

E também: Leishmania brasiliensis (causa a Leishmaniose); Tripanossoma cruzi ( Doenças de Chagas);

Esporozoários (Apicomplexos)

No grupo dos esporozoários encontram-se os protistas que não têm qualquer tipo de sistema de locomoção. Todos eles são parasitas obrigatórios. O nome “Apicomplexos” vem de uma parte do protista, responsável pela perfuração da membrana celular das futuras células hospedeiras. Os mais comuns são do gênero Plasmodium, que causam a Malária, e do gênero Toxoplasma, que causam a toxoplasmose.

Fonte:http://www.infoescola.com/biologia/reino-protista-protozoarios-protozoa/acesso feito dia 16/06/2011

atividades

Concluindo esse primeiro momento da aula, cada uma das duplas deverá ser orientada pelo/a professor/a a, utilizando o software Kword, responder o Questionário 1. Vale destacar que o Questionário 1 deverá ter sido previamente enviado pelo/a professor/a aos/as alunos/as, obviamente sem as respostas, via e-mail.

Questionário 1

Assinale a alternativa correta:

1 – Os protozoários são protistas com a seguinte característica:

(     ) ausência de clorofila

 ( X ) corpo formado por várias células

2 – Para capturar seu alimento, a ameba utiliza:

(     ) flagelos

( X ) pseudópodos

(     ) cílios

3 – A maioria dos protozoários tem reprodução do tipo:

(     ) sexuada

( X ) assexuada

4 – Com relação aos estímulos do ambiente, sabemos que os protozoários:

( X ) não são capazes de percebê-los

(     ) são capazes de percebê-los

2º momento: pesquisando e conhecendo

pesquisa

Nesse segundo momento da aula, o/a professor/a deverá dividir a sala em grupos de 5 alunos/as e propor aos/as mesmos/as que, utilizando o software Kpresenter do netbook, elaborem uma apresentação de slides sobre o as doenças causadas por protozoários.

Para a elaboração dessa apresentação, cabe ao/a professor/a orientar os/as alunos/as a, empregando o software Mozilla Firefox, acessar o site Google () para a realização de uma pesquisa referente ao assunto. Uma vez acessado o site, os/as alunos/as devem digitar os termos “doenças causadas por protozoários” no campo de busca e clicar no ícone “Pesquisar”. Serão localizadas, dessa forma, inúmeras informações sobre o assunto. Se o/a professor/a preferir, pode orientar os/as alunos/as a direcionarem a pesquisa a um determinado tipo de doença. Nesse sentido, os/as alunos/as devem ser orientados a acessarem o site abaixo, no qual também constam diversas informações sobre o assunto:

Fonte: acesso feito dia 16/06/2011

A apresentação de cada grupo deve conter ao menos três slides com informações sobre as doenças causadas por protozoários. Em cada slide, ao menos uma imagem – representativa de algum aspecto do conteúdo abordado – deve ser incluída. Finalizada a montagem das apresentações, os grupos deverão socializá-las com os/as demais, utilizando, para tanto, um kit multimídia e um data show conectados ao netbooks. As relações entre as imagens escolhidas e os aspectos do conteúdo abordado devem ser esclarecidas pelos/as alunos/as durante essa etapa da atividade.

Cabe ao/a professor/a observar a capacidade de argumentação dos/as alunos/as, a maneira como cada um expõe suas ideias, defende os seus argumentos e discute com os colegas de sala. Além disso, ele/a deve ficar atento com possíveis equívocos conceituais, interferindo imediatamente no sentido de posicionar os/as alunos/as a pensarem nos conceitos mais adequados.

3º momento: desfrutando do conhecimento

videos

Nesse terceiro momento da aula, os/as alunos/as serão convidados a assistir em seus netbooks 3 vídeos sobre Carlos Chagas, o pesquisador responsável pela descrição da doença de Chagas. Para tanto, cabe ao/a professor/a orientar os/as alunos/as a, empregando o software Mozilla Firefox, acessar os sites abaixo, nos quais os vídeos em questão se encontram disponíveis.

Vídeo 1 – Centenário da Doença de Chagas (parte1)

proto

Fonte: acesso feito dia 16/06/2011

Vídeo 2 –Centenário da Doença de Chagas (parte2)

proto 6

Fonte:  acesso feito dia 16/06/2011

Vídeo 3 –Centenário da Doença de Chagas (parte3)

proto 5

Fonte: acesso feito dia 16/06/2011

OBSERVAÇÃO: O/a professor/a pode executar previamente o download dos vídeos nos sites mencionados para, empregando seu netbook, exibi-los durante a aula utilizando um kit multimídia e um data show. Essa estratégia seria uma alternativa, caso o acesso à internet, no momento da aula, esteja impossibilitado por qualquer razão.

Concluindo esse terceiro momento da aula, cada um dos alunos/as deverá ser orientado pelo/a professor/a a, utilizando o software Kword, responder o Questionário 2. Vale destacar que o Questionário 2 deverá ter sido previamente enviado pelo/a professor/a aos/as alunos/as, obviamente sem as respostas, via e-mail.

Questionário 2

1. Quem foi Carlos Chagas?

________________________________________________________________________

________________________________________________________________________

________________________________________________________________________

2. Quais aspectos da história de Carlos Chagas você achou mais interessante?

________________________________________________________________________

________________________________________________________________________

________________________________________________________________________

3. Qual doença ele descreveu?

_________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________

4. Como foi o desenvolvimento da pesquisa que resultou na descrição dessa doença?

__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

5. Como é feito o combate a essa doença?

__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

6 – Qual a importância da descrição dessa doença para o Brasil?

___________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________

Fonte: acesso feito dia 16/06/2011

4º momento: trabalhando em casa

atividade de casa

Nesse quarto momento da aula, cabe ao/a professor/a orientar os/as alunos/as sobre uma atividade a ser realizada pelos/as mesmos/as em casa. Com base na leitura do Texto 2, os/as alunos/as deverão responder o Questionário 3. O Questionário 3 deverá ter sido previamente enviado pelo/a professor/a aos/as alunos/as via e-mail.

TEXTO 2: Consumo de açaí causa Mal de Chagas em 26 no AP

Vinte e seis pessoas que residem na localidade de Igarapé da Fortaleza, próximo ao município de Santana, contraíram o Mal de Chagas, segundo o Serviço de Epidemiologia da Secretaria Estadual de Saúde do Amapá. A causa da infecção teria sido a ingestão de açaí, fruto muito consumido naquele Estado. Outros três casos registrados no Estado não teriam relação com o consumo do fruto.

A coleta de sangue dos moradores foi feita em fevereiro, mas o resultado dos exames estava sob sigilo da Secretaria de Saúde. Apesar do número elevado de pessoas contaminadas, a Divisão de Epidemiologia descarta a ocorrência de surto da doença no Amapá. O surto não se caracterizaria porque o foco está centrado em dois locais - Igarapé da Fortaleza e Marabaixo, bairro da periferia da cidade, onde três pessoas da mesma família estão infectadas.

Segundo o chefe da Divisão de Epidemiologia, Clóvis Omar Miranda, a epidemia não existe porque até agora não foi encontrado o barbeiro, inseto vetor da doença.

"Por isso, afirmamos que esses casos são acidentais. A exemplo do que ocorre em Santa Catarina, no Amapá a contaminação não está acontecendo de forma clássica, ou seja, com o paciente sendo picado pelo inseto", disse Miranda.

Ele esclareceu que a contaminação nos pacientes do Amapá foi por ingestão de açaí. A transmissão ocorre nas várias etapas de manipulação do fruto, da colheita até a preparação do suco.

Miranda disse que o inseto pode estar sendo triturado junto com o açaí ou que as fezes do barbeiro estão se misturando ao suco vendido para consumo da população.

Todas as pessoas contaminadas estão recebendo atendimento médico e acompanhamento da equipe técnica da Vigilância Sanitária. Além dos casos já confirmados, a Secretaria de Saúde aguarda o resultado dos exames de quatro casos suspeitos. Os exames são de moradores da área de proteção ambiental (APA) localizada no Igarapé da Fortaleza.

Fonte:acesso feito dia 16/06/2011

Questionário 3

 

  1. Qual é a doença que está em destaque nesse texto?

___________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________

2. A qual forma de transmissão dessa doença o texto se refere?

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

 3. Como a forma de transmissão dessa doença à qual o texto se refere poderia ser evitada?

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

A avaliação dos/as alunos/as pode ser feita em todos os momentos da aula, a partir das contribuições individuais ou das contribuições do grupo como um todo, assim como a partir do envolvimento dos/as alunos/as nas atividades solicitadas.





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related news


Fotos de graciela stefani
Fotos de termometros ambientales
Genocidio de camboya fotos
Cidade de indaiatuba sp fotos
Fotos de helicopteros apache
Back to Top