Fotos de transporte publico

Date: 15.10.2018, 01:59 / Views: 41444

Закрыть ... [X]

O transporte público de Amsterdam é bastante bom, coisa que você nunca adivinharia ouvindo um amsterdamês típico falar. Reclamar do transporte é um esporte nacional da cidade.

Dica: 

Mas como usuário constante de transporte público, aqui e no Brasil, posso dizer que  o de Amsterdam é bom sim e, apesar de obviamente não ser perfeito (nada é, né?), funciona e eu uso bastante. Vejamos como.

Transporte público de Amsterdam: o tram

O transporte público de Amsterdam funciona bastante bem, sim. (Foto: Adobe Stock Photo)

Empresas de transporte público que atuam em Amsterdam

Existem 3 principais: a mais presente é a GVB, sigla em holandês de Companhia Municipal de Transportes (respire fundo, prepare-se, nãos esqueça que G em holandês se pronuncia como RRê, lá vai, GemeenteVervoerBedrijf, pronto, tome im gole d'água, passou). Fiquemos com GVB (pronunciando rrê-fê-bê).

A GVB opera ônibus, metrô, balsas e trams (note, trAm, não trEm. Tram não é um trem urbano. Tram quer dizer bonde, se você é brazuca,  ou "eléctrico" se você é de Portugal). A GVB se limita a transporte dentro da cidade de Amsterdam, ou seja, ela não opera os transportes para o aeroporto, Schiphol, que fica tecnicamente em outra cidade.

Trem no aeroporto de Amsterdam

Dá pra ir de várias maneiras do aeroporto pro seu hotel ou cetro da cidade. Expliquei todas elas ! (Foto: Adobe Stock Photo)

Existe também a Connexxion, que opera linhas de ônibus intermunicipais, e algumas passam ou param em Amsterdam. A Connexion tem um ônibus que opera entre Amsterdam e seu aeroporto.

E tem a NS, companhia holandesa de trens (se você não traumatizou com o GVB, NS quer dizer Nederlandse Spoorwegen, ou "Vias Ferroviárias Holandesas"). Em geral você vai pegar o trem só se você vai pra outro município, mas não necessariamente. É perfeitamente possível (e normal) pegar um trem pra andar entre duas estações de trem dentro de Amsterdam.

(Ah, sim, apesar da Estação Central ser a mais famosa, Amsterdam tem diversas estações de trem.)

Todas essas empresas se odeiam e se possível não se conversam. Após algumas décadas de frustração, elas passaram a adotar uma forma (mais ou menos) integrada de pagamento de transporte público na Holanda: o cartão de transporte público holandês, conhecido aqui por OV-Chipkaart.

Como pagar o transporte público de Amsterdam: como usar o OV-Chipkaart, o cartão de transporte público de Amsterdam

O pagamento do transporte público da Holanda costumava ser uma operação tão complexa que você tinha de fazer uma faculdade de holandeseologia avançada com pós graduação em lógica batava só pra saber quanto custaria ir de casa até o centro.

Hoje em dia a coisa facilitou. Quer dizer, o cálculo continua complicado, mas você não tem que fazer (pode, se quiser) por sua conta. A coisa ficou bem mais fácil com a introdução do sistema unificado de pagamento de transporte público, OV-Chipkaart (Cartão de chip para Transporte Público, equivalente a algo como o Bilhete Único). É só fazer blip na entrada, e desblip  na saída com o cartão eletrônico e pronto. Todo transporte tem ou catraca, ou uma maquina perto do embarque-desembarque. Ache e encoste seu cartão nela. É só isso

Se você esquecer ou, digamos cof aspas "esquecer" de fazer check in e estiver viajando soltinho, vale aquela multinha com direto a recolha de seus dados para te cadastrar no sistema para ver se é a primeira vez que você tem esse lapso de memória seletivo.

Mas isso é para quem não leu o Ducs. Você não vai pgar esse mico (ou multa). Você vai ver direitinho...

Como pagar o transporte público de Amsterdam: O cartão de várias horas (OV-Chipkaart)

Espera. Antes de começar, deixa eu te dar a versão simples: você pode simplesmente

Ou Você pode comprar o bilhete da GVB para o número de horas que você irá passar aqui em Amsterdam. Tem de 24, 48,  72, 96, 120, 144 e (tá campeão de tabuada já?) 168 horas. De novo: a hora passar a contar do momento do primeiro check in! Sempre faça check in e check out.

Se vale a pena? Depende de quantos transportes você vai pegar no dia. Faz a conta do cartão avulso de uma hora versos o cartão válido pelos dias que você vai ficar. Veja qual sai mais em conta, se pagar as passagens avulsas em bilhetes de uma hora ou se vale mais a pena comprar um cartão válido pelo período que você vai ficar.

Dá uma olhada no banner para compra abaixo ou 

Note que esses cartões são da GVB, ou seja, eles não valem nas outras empresas. Isso quer dizer que não dá para usar esse cartão para pagar transporte entre o aeroporte e Amsterdam. Para isso, você . Ou você .

Mas se por qualquer motivo para você não valer a pena comprar esses cartões para pagar o transporte público em Amsterdam, você pode ler abaixo a versão completa do sistema de pagamento e ver as outras possibilidades.

Como pagar uma passagem avulsa no transporte público de Amsterdam

Se você fez a conta que sugeri no tópico anterior e concluiu que vale mais a pena para você pagar as passagens avulsas no transporte público de Amsterdam, saiba que é sim, possível comprar um bilhete de uma hora (e isso é o suficiente para você chegar em qualquer parte da cidade, usando quantos transportes da GVB você quiser), mas cuidado com a pegadinha que vou deixar até numa linha separada, em negrito e maiúscula:

NÃO É POSSÍVEL PAGAR O TRANSPORTE PÚBLICO DE AMSTERDAM COM DINHEIRO VIVO (CASH) DENTRO DO TRAM OU ÔNIBUS.

Ufa. Sim, é importante saber disso. Se você subir num tram e disser "quero pagar minha passagem, aqui está o dinheiro", o condutor ou cobrador irá recusar seu dinheiro e te informar que você precisa pagar usando cartão 9e eles aceitam cartão de débito e crédito). No cash.

Se você tem um cartão de débito ou crédito, ok, pode comprar um bilhete de 1 hora, ou um de 24 horas. Se não, bem, andar é um excelente exercício, e Amsterdam não tem subidas, olha que prático, hehe. Quer dizer, to fazendo piada, mas é real: compre seu bilhete antes ou tenha cartão.

O tram tem um cobrador / trocador, e você pode comprar o bilhete com ele ou com o condutor. Os ônibus não tem cobrador, e você paga direto com o motorista. Metrô é outra história, você pode comprar nas máquinas (algumas aceitam dinheiro, outras não), ou direto no atendimento ao cliente da estação (também conhecido como "gerador de fila"). O atendimento é, em geral, atenção, eu disse EM GERAL, atencioso ao turista.

Agora vamos ver como é o pagamento do transporte público de Amsterdam se você mora aqui ou vai passar um bom tempo na cidade.

Transporte publico de Amsterdam na neve

Um tram nevado... (Foto: Adobe Stock)

Como pagar o transporte público em Amsterdam para moradores ou pessoas que irão ficar bastante tempo: os cartões recarregáveis

Agora, se você vai passar um tempo mais longo na cidade (mais que sete dias), talvez valha a pena pagar um OV-Chipkaart recarregável pra chamar de seu. Tem duas versões: anônima e personalizada (que é realmente mais para quem mora aqui).

Tanto o cartão anônimo quanto o identificado custam, hoje, €7,50. Você pode comprar a versão anônima nas estações de trem, nas máquinas automáticas ou no balcão, Daí você pode recarregá-los com euros (no máximo 150 deles) e a tarifa é calculada com base na distância percorrida.

Mas primeiro, o fazer o check-in, o sistema desconta do seu saldo um depósito. Na GVB, esse depósito é €4,00. Na NS (de trens, lembra), é mais caro, são €20,00. Ou seja, se você for andar de trem, com cartão recarregável, ele precisa ter ao menos vintão de saldo. Mas calma, que esse não é o preço. Quando você desce do transporte, e faz check out, o sistema calcula o quanto você usou de fato, e te devolve a diferença. Como ele calcular o preço?

Você quer mesmo saber? Sim? Ok.

Como é calculada a tarifa do Transporte público na versão de viagem por saldo

A tarifa á calculada assim: um preço-base (em 2018 é €0,90) mais um preço por quilômetro percorrido. Esse preço varia com a região que você está no país. Em Amsterdam, com a GVB, está €0,151 por quilômetro percorrido.

Os €0,90 do preço-base você paga só por entrar no transporte, a não ser que você já tenha pago eles nos últimos 35 minutos. Daí ele conta como uma baldeação (overstappen), e tá tudo certo, cê só vai pagar os quilômetros extras.

Tá complicado? Tô simplificando. Mas não se preocupe, essas contas você só tem de fazer se vai ficar aqui um tempo que justifique. Ou então faça como todo mundo: veja quanto deu de percurso no visor da máquina ao fazer o check out.

Se você tem um cartão OV-Chipkaart identificado, você pode acionar o recarregamento automático de saldo nele, ou até mesmo comprar produtos de desconto (como viagens ilimitadas no mês por um preço mensal fixo, por exemplo, o que pode valer a pena se você usa bastante o transporte).

Agora que você tá ninja no esquema de pagar o transporte público em Amsterdam, tanto como turista quanto como morador, vamos ver agora como usar o transporte público em Amsterdam. Yeah!

Vamos por partes.

Como usar o bonde (tram) em Amsterdam

Muita gente vê o tram e fica pensando: o que é isso? Metrô de superfície? Trem urbano? A gente não conhece porque o tram foi expulso das ruas brasileiras lá pela metade do século passado: o tram é o nosso velho amigo bonde!

Tram não é um "bonde moderno". Tram é o bonde (tram quer dizer bonde em inglês e holandês). Coitado do bonde, foi transformado em sinônimo de atraso pela indústria petrolífera, imagina que absurdo, um transporte público elétrico e silencioso andando pelas ruas das cidades, que coisa antiquada!

Bom, de alguma forma, o bonde resistiu e continuou sendo usado em diversos outros lugares do mundo, Amsterdam inclusive, onde a gente chama ele de tram.

Transporte público de Amsterdam

Um transporte elétrico e silencioso no meio das cidades? Que atraso é esse treco de bonde! (Foto: Adobe Stock Photo)

Eu gosto de tram, bastante. Em Amsterdam, no centro, é o melhor transporte público. Se você está de passagem por Amsterdam, o mais provável que o tram seja seu maior meio de transporte (fora as pernas , claro.

Para usar é simples: espere no ponto. A grande maioria das vezes não é preciso dar sinal, é bem comum ele parar em todos os pontos na maior parte do tempo (exceto se o ponto está vazio e ninguém pediu para descer). Se ficar inseguro, dê sinal, mal não faz.

Entre pela primeira porta, ao lado do condutor, ou pela porta dupla de trás, em frente ao cobrador. As outras portas são para saída (estão sinalizadas com um círculo vermelho com uma faixa branca dentro, querendo dizer, não entre).

Ao entrar, já sabe, né? Check in. Blip.

Existem assentos preferenciais e um espaço vazio ao lado do cobrador. Esse espaço é reservado para, nessa ordem de preferência: cadeirantes, carrinhos de bebê e malas. Uma pessoa com mala tem que ceder para um carrinho de bebê, um carrinho de bebê tem que ceder para um cadeirante.

O resto do pessoal, por favor, se espalhe ao longo do tram.

Para descer, ache um botão vermelho de parada. Quando o tram parar, tem um botão verde ao lado da porta. Aperte e ela abre. faça check out, e desça. Pronto!

Como pegar ônibus em Amsterdam

Transporte público de Amsterdam: o ônibus

ônibus de Amsterdam é menos lembrado, mas tem sim. (Foto: Adobe Stock Photo)

Em Portugal é autocarro, em Sampa City é bumba ou busão, em Amsterdam é bus. Não como em inglês "bãs", mas bus com aquele U holandês que todos nós gostamos. Em Amsterdam, as linhas municipais são operadas pela GVB, e nas partes em que o tram não chega é o que domina, ou seja, tem maior importância quanto mais pra fora do centro. No centro o que manda é o tram mesmo, embora naturalmente circulem diversas linhas de ônibus.

A Connexxion opera, além de algumas linhas locais, linhas intermunicipais, servindo locais que ficam fora do alcance da GVB. Por exemplo, dá pra ir pra pra Zaanse Schans de ônibus da Connexxion (além de trem).

Ônibus é ônibus, não tem muito segredo. Você entra pela frente, faz blip com seu OV-Chipkaart (ou paga, com cartão, um OV direto com o motorista - não há cobrador), senta, observa as paradas serem anunciadas no monitor e pelos sistema de autofalante (quando funcionam), faz check-out na saída, quando quiser descer aperte o botão de parada. Nada muito fora do comum.

Como pegar metrô em Amsterdam

Metrô é pouco útil pra quem vai turistar só no centrão de Amsterdam. Lógico, tem estação de metrô no centro, mas elas são tão perto uma da outra que em geral nem compensa pagar pra usar o metro entre elas.

Agora, se você vai dar rolê mais pra longe, aí o metrô já fica interessante. Como turista, eu diria que a sua maior chance de pegar o metrô é ir até a Bijlmer ArenA, onde e o estádio do Ajax, o Amsterdam ArenA (onde, além de jogos e um tour pra visitantes, rolam uns shows). O Ziggo Dome, onde tem shows, também é nessa estação de metrô.

O intervalo entre os comboios é maior do que entre trams e ônibus, por exemplo, podendo passar fácil dos 15 minutos, indo pra casa dos 20, o que é bem irritante pra quem calcula o tempo certinho de chegar num lugar e perde o comboio por segundos.

Para abrir a porta do vagão, é preciso apertar o botão - em geral alguém fará isso antes de você ter a chance, mas enfim, é útil saber disso.

Como pegar a balsa de Amsterdam

Transporte público em Amsterdam!

Com a balsa você chega facinho facinho no Amsterdam Toren, em Amsterdam-Noord! (Foto: Adobe Stock Photo)

Sim, Amsterdam tem balsas, mas não é pros canais não. Pra esses há as pontes. A balsa da GVB serve pra ligar Amsterdam à Amsterdam-Noord, o bairro que fica do outro lado da baía de Amsterdam. , É só pegar a balsa atrás da Estação Central e em poucos minutos está lá.

E a balsa é gratuita!

Existem 5 rotas de balsa, e você pode . Uma outra rota de balsa te leva para outra área de Noord, onde tem o painel da Anne Frank feito pelo artitsa brasileiro Eduardo Kobra. :

Comentei? !

Como pegar trem do aeroporto até o centro de Amsterdam

Cara,  Tá bem completo, não repetir aqui, acessa lá!

Mas uma coisa que vale lembrar: além das opções de transporte público, . Você vai numa van com super conforto e um guia brasileiro que te pega e te larga dentro, mas tipo, literalmente dentro do hotel.

O Horário de funcionamento do transporte público de Amsterdam

O transporte público de Amsterdam não é exatamente 24 horas. Os trams, metrô e ônibus param entre meia noite e uma da manhã, aproximadamente. O horário exato depende da estação ou ponto em que você está.

(Isso é lógico, né? Tipo, se o último tram sai digamos meia noite e quinze do ponto final, ele vai passar em cada ponto num horário, conforme ele for realizando seu percurso).

Mas não se desespere: existem ônibus noturnos (nachtlijnen). E também tem trem noturno, funcionando em horário reduzido na madruga, ligando o aeroporto à central. Você pode usar os apps que mencionei acima para consultar os horários certos.

Descobrindo qual transporte pegar em Amsterdam

Obrigado Internet: graças a você, dá pra consegue descobrir todo o itinerário entre quaisquer dois pontos na Holanda usando o transporte público.

Nem preciso dizer que todo mundo aqui usa isso, né? Mesmo pra fazer um trajeto que já conhece, já que você consegue calcular com uma razoável precisão o horário de saída da sua casa e chegada na porta do destino final.

O que o pessoal usa aqui são dois: o  e o famoso e onipresente Google Maps. Se você optar pelo 9292, pode usar o site ou . Se optar pelo Google Maps, huh, eu acredito que você já tenha ele no seu celular.

E se vocÊ tiver tentando descobrir qual trem pegar, dá uma olhada

Eeeee... era isso. Tem mais o qua falar sobre o transporte público de Amsterdam, claro, mas acho que aqui dá pra você ter uma boa noção se orientar!

Boa viagem!

 

 





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related news


Bandera de venezuela fotos
Fotos de casamento na igreja
Fotos de hombres en traje formal
Fotos feias de pessoas
Fotos de chuki el muneco diabolico
Fotos de infecciones genitales
Fotos de disfraces para halloween de mujeres
Back to Top